Sistema de Bibliotecas (SiBi) da UFPR

História da Biblioteca de Educação Profissional e Tecnológica

DA ESCOLA T√ČCNICA AO SETOR DE EDUCA√á√ÉO PROFISSIONAL E TECNOL√ďGICA / UFPR

A Escola T√©cnica Federal do Paran√° foi criada em 1892 e pertencia √† antiga Col√īnia Alem√£ de Curitiba, sendo seus fundadores GOTTLIEB MUELLER e AUGUSTO GAERTNER, s√≥cios do ‚ÄúVerein Deutsche Schule‚ÄĚ. At√© 1914, o estabelecimento chamou-se ‚ÄúEscola Alem√£‚ÄĚ, tendo nessa data mudada a sua denomina√ß√£o para ‚ÄúCol√©gio Progresso‚ÄĚ. Em 1941, a ent√£o Academia Comercial Progresso foi adquirida pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paran√°, sendo autorizada a funcionar sob domina√ß√£o ‚ÄúEscola T√©cnica de Com√©rcio anexa √† Faculdade Federal do Paran√°‚ÄĚ.

Em 22 de janeiro de 1974, o Conselho Universit√°rio decidiu integr√°-la √† Universidade Federal do Paran√°, decis√£o esta referendada pelo Parecer n¬ļ 49/78, do Conselho Federal de Educa√ß√£o e reiterada pela resolu√ß√£o n¬ļ 10/83, do Conselho Universit√°rio. A partir de 1986, passa a ser denominada ‚ÄúEscola T√©cnica de com√©rcio da Universidade Federal do Paran√°‚ÄĚ.

A partir de 14 de dezembro de 1990, ao aprovar a reorganiza√ß√£o administrativa da Universidade Federal do Paran√°, conforme Resolu√ß√Ķes n¬ļ 21/91, o Conselho Universit√°rio alterou a sua denomina√ß√£o para ‚ÄúESCOLA T√ČCNICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARAN√Ā‚ÄĚ, atribuindo-lhe categoria de √≥rg√£o suplementar vinculado √† Pr√≥-reitoria de Gradua√ß√£o.

Entre 1995 a 2008 foram ofertados os cursos t√©cnicos regulares, cursos em conv√™nio com prefeituras e institui√ß√Ķes e, ainda, cursos na modalidade de Ensino √† dist√Ęncia (EAD).

Curso T√©cnico em: Contabilidade, Secretariado, Administra√ß√£o de Empresas, Transa√ß√Ķes Imobili√°rias, Massoterapia, Enfermagem, Radiologia M√©dica e Diagn√≥stico por Imagem, Higiene Dental, Pr√≥tese Odontol√≥gica, Artes C√™nicas ‚Äď Ator, Inform√°tica – Ensino M√©dio Integrado.

Cursos ofertados por conv√™nio ‚Äď T√©cnico em: Opera√ß√£o da Produ√ß√£o do Petr√≥leo e G√°s Natural, Agropecu√°ria com √änfase em Agroecologia, Agroecologia – Ensino M√©dio Integrado, Gest√£o P√ļblica, Turismo, Reabilita√ß√£o de Dependentes Qu√≠micos, Conserva√ß√£o e Restaura√ß√£o com √änfase em Pintura Mural e Seguran√ßa do Trabalho.

Em 2007, com os rumores sobre a criação dos Institutos Federais, parte da equipe docente e administrativa do setor começou a trabalhar na organização desta nova instituição. Porém, como não houve consenso da totalidade da equipe em passar a integrar o quadro desta nova Instituição, foi dada a oportunidade de escolha. Desta maneira, apenas alguns cursos foram transferidos, bem como parte do quadro funcional. Assim sendo, houve a necessidade de uma reorganização interna, no que diz respeito aos cursos do setor.

Em 2008, o Governo Federal lan√ßou o programa para a Reestrutura√ß√£o e Expans√£o das Universidades Federais (REUNI). E, em dezembro de 2008, foi aprovada a Lei n¬ļ 11.892, que instituiu a Rede Federal de Educa√ß√£o Profissional, Cient√≠fica e Tecnol√≥gica e criando os Institutos Federais de Educa√ß√£o, Ci√™ncia e Tecnologia.

Com isso, ainda em 2008, foram definidos os cursos que permaneceriam no setor, ficando apenas o curso técnico de ensino médio integrado e os cursos de graduação tecnológica com duração de três anos. Foram criados ainda, dois cursos e cinco cursos foram transformados, conforme relacionados abaixo:

  • T√©cnico em Petr√≥leo (ensino m√©dio integrado);
  • Tecnologia em An√°lise e Desenvolvimento de Sistemas ‚Äď TADS (anteriormente denominado Sistema de Informa√ß√£o);
  • Tecnologia em Comunica√ß√£o Institucional ‚Äď TCI (novo);
  • Tecnologia em Constru√ß√£o de Instrumentos Musicais ‚Äď Luteria (novo);
  • Tecnologia em Gest√£o da Qualidade (anteriormente denominado Curso T√©cnico em Administra√ß√£o);
  • Tecnologia em Neg√≥cios Imobili√°rios (anteriormente denominado Curso T√©cnico em Transa√ß√Ķes Imobili√°rias);
  • Tecnologia em Produ√ß√£o C√™nica; (anteriormente denominado Curso T√©cnico de Ator);
  • Tecnologia em Secretariado Executivo (anteriormente denominado Curso T√©cnico de Secretariado).

O setor oferta tamb√©m cursos tr√™s em n√≠vel de p√≥s-gradua√ß√£o: Scricto sensu (Mestrado em Bioinform√°tica) e Lato sensu (Especializa√ß√£o em Engenharia de Software ‚Äď Especializa√ß√£o em Intelig√™ncia Artificial Aplicada).

Em agosto de 2009, com a Resolu√ß√£o n¬ļ 33/09-COUN ‚Äď √© alterado no Estatuto da UFPR, o nome da Escola T√©cnica da UFPR para Setor de Educa√ß√£o Profissional e Tecnol√≥gica.

Em 2011, foram criados mais dois cursos novos no setor, um de gradua√ß√£o tecnol√≥gica em Gest√£o P√ļblica e um de n√≠vel t√©cnico em Agente Comunit√°rio de Sa√ļde. Assim, o setor passou a ofertar 12 cursos:

  • T√©cnico: Petr√≥leo e G√°s, Agente Comunit√°rio de Sa√ļde.
  • Gradua√ß√£o/Tecn√≥logo: An√°lise e Desenvolvimento de Sistemas, Comunica√ß√£o Institucional, Gest√£o da Qualidade, Gest√£o P√ļblica, Luteria, Neg√≥cios Imobili√°rios, Produ√ß√£o C√™nica e
    Secretariado Executivo.
  • Especializa√ß√£o: Engenharia de Software, Intelig√™ncia Artificial Aplicada.
  • Mestrado: Bioinform√°tica

A Biblioteca do Setor

A Biblioteca da Escola Técnica da UFPR foi criada oficialmente em 1991, embora já houvesse uma coleção que, por falta de registros, não se pode precisar quando foi iniciada. Impossibilitada de funcionar isoladamente devido à existência do Sistema de Biblioteca da UFPR, que congrega desde 1974 todas as bibliotecas da Instituição, esta foi anexada à Biblioteca de Ciências Jurídicas (JU). Tal fato ocorreu em razão da Escola Técnica estar instalada no mesmo prédio da JU, situado à Praça Santos Andrade, 50.

Em outubro de 1994, foi transferida para pr√©dio pr√≥prio, no Campus do Centro Polit√©cnico (que passou a se chamar Complexo Tecnol√≥gico Riad Salumuni, em 2006), situada √† rua Dr. Alcides Vieira Arcoverde, 1225 ‚Äď Curitiba, bairro Jardim das Am√©ricas. Foram designadas para compor o quadro de pessoal dois t√©cnicos administrativos, tamb√©m cedidos pela biblioteca de Ci√™ncias Jur√≠dicas.

Em 1995, foi designada a bibliotecária Eutália Cristina do Nascimento Moreto, para administrar e coordenar as atividades da biblioteca. Neste mesmo ano, concedido o direito de uma vaga de bolsista. Ainda, neste ano iniciou-se o trabalho de reclassificação do acervo para a CDD.

Em 1997, a Biblioteca organizou um concurso para a escolha do nome para o Boletim Informativo. O ‚ÄúGazeteca‚ÄĚ que circulou entre 1997 a 2005.

De 1999 a 2003, a biblioteca teve um sistema de automa√ß√£o pr√≥prio, desenvolvido pela equipe da Biblioteca Central (N√ļcleo de Automa√ß√£o Documental) ‚Äď UFPR e foi tamb√©m a primeira biblioteca a adquirir o sistema anti-furto da 3M.

Em novembro de 2003, houve a inauguração do Catálogo Informatizado do Acervo da Biblioteca, utilizando o sistema VIRTUA da empresa VTLS.

Durante o ano de 2009 até setembro de 2010, a biblioteca atendeu os estudantes do setor, bem como os estudantes do Instituto Federal do Paraná. Ainda, em 2009, a biblioteca recebeu dois novos servidores, nomeados por concurso do IFPR. Assim, tínhamos servidores UFPR e IFPR trabalhando na mesma biblioteca.

Com a transfer√™ncia de alguns cursos para o IFPR, foi aberto processo administrativo e aprovado pela Procuradoria Jur√≠dica da Universidade, para a movimenta√ß√£o de parte do acervo da Biblioteca da Escola T√©cnica ‚Äď UFPR para a biblioteca do Instituto Federal do Paran√°, campus Curitiba, ocorrendo em julho de 2011.

Situação Atual

A Biblioteca de Educação Profissional e Tecnológica (ET) é integrante das 20 unidades do Sistema de Bibliotecas (SiB) da UFPR, e foi instituída em 2009, com Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni). Tem como objetivos coletar, organizar e disseminar documentos que atendam às necessidades de informacionais dos alunos, professores e servidores técnicos dos cursos ofertados pelo setor, totalizando oito de graduação tecnológica, dois técnicos, um de mestrado e um de especialização.

O acervo da biblioteca √© diversificado e formado por obras de refer√™ncia livros, plantas t√©cnicas, folhetos, teses, disserta√ß√Ķes, monografias digitais, multimeios (CD, DVD) entre outros materiais com √™nfase nas √°reas de: Administra√ß√£o, Artes C√™nicas, Bioinform√°tica, Comunica√ß√£o Institucional, Constru√ß√£o de Instrumentos Musicais (Luteria), Gest√£o da Qualidade, Gest√£o P√ļblica, Inform√°tica, Secretariado, Transa√ß√Ķes Imobili√°rias, Sa√ļde P√ļblica e Obras de Assuntos Gerais para o Ensino M√©dio Profissionalizante.

Horário de Atendimento: De segunda à sexta-feira, das 8h às 21h30min (período letivo).
Das 8h às 20h (período de férias)

Quadro de pessoal: A equipe para atendimento ao p√ļblico em geral √© composto por dois bibliotec√°rios, tr√™s assistentes administrativos, dois auxiliares de biblioteca e dois bolsistas.

Espa√ßo f√≠sico: A biblioteca ocupa √°rea de aproximadamente 192 m¬≤, distribu√≠da em espa√ßo para acervo, estudo/leitura, administra√ß√£o e atendimento aos usu√°rios. Conta ventila√ß√£o e ilumina√ß√£o adequada, extintores de inc√™ndio e dedetiza√ß√£o efetuada anualmente. Disp√Ķe de: Mesas para estudo no sal√£o de leitura; Sala de estudo em grupo; Sinaliza√ß√£o nas estantes; Guarda-volumes; Sistema de detec√ß√£o eletr√īnica contra furtos do acervo; Rede wi-fi; Computadores com acesso √† internet.

Servi√ßos oferecidos: Consulta local, empr√©stimo de materiais (livros, DVDs, CD-ROM, folhetos e monografias, desenho t√©cnico); reserva e renova√ß√£o de materiais, empr√©stimo entre bibliotecas; boletim informativo de novas aquisi√ß√Ķes; comuta√ß√£o bibliogr√°fica; cursos e/ou treinamentos sobre a utiliza√ß√£o das bibliotecas e suas fontes; internet wi-fi; orienta√ß√£o sobre normaliza√ß√£o, acesso a base de dados e peri√≥dicos de cunho geral e especializados por meio do portal Capes (www.peri√≥dicos.capes.gov.br).

Referências

FARIAS, A. P.; IWANO, S. P. Organização da Biblioteca da Escola Técnica da Universidade Federal do Paraná. Curitiba, 1992. [datilografado].

MORETO, E. C. N. Plano de marketing na Biblioteca da Escola Técnica da Universidade Federal do Paraná. Curitiba, 1997. 45 p.

UFPR. Sistema de Bibliotecas. Planejamento estrat√©gico do Sistema de Bibliotecas ‚Äď gest√£o 2010/2014. Curitiba, 2010. 51 p.



SiBi/UFPR nas Plataformas Digitais

Universidade Federal do Paraná
Sistema de Bibliotecas (SiBi)
Rua General Carneiro, 370/380, Centro
CEP: 80.060-150 - Curitiba (PR), Brasil
E-mail: saubc@ufpr.br

SiBi/UFPR no Facebook SiBi/UFPR no Instagram SiBi/UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Sistema de Bibliotecas (SiBi) da UFPR
Rua General Carneiro, 370/380

E-mail: saubc@ufpr.br
CEP: 80.060-150 - Curitiba (PR), Brasil

Logomarca da UFPR