Sistema de Bibliotecas (SiBi) da UFPR

História do Sistema de Bibliotecas

Esse histórico foi apresentado no evento de Comemoração de 100 anos da Biblioteca de Ciências da Saúde/Sede, em 05 de dezembro de 2013. A servidora responsável pela pesquisa foi a bibliotecária Kételi Wizenffat, que então coordenava a Coleção Memória UFPR (Biblioteca Central), à época.

RESUMO HISTÓRICO DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS EM SEUS 100 ANOS 

Em março de 1913 iniciaram os cursos de Ciências Jurídicas, Engenharia, Odontologia, Farmácia e Comércio. Havia uma única biblioteca para atender a estes cursos denominada de “Bibliotheca da Universidade”. O primeiro Bibliotecário, já nomeado em 19/12/1912 foi Hugo Simas.

No relatório de 1913 consta, na página n. 37, a seguinte Diretoria eleita em 1912:

  • Diretor: Dr. Victor Ferreira do Amaral e Silva
  • Vice-Diretor: Desembargador Dr. Euclides Bevilaqua
  • Secretário: Dr. Nilo Cairo
  • Subsecretário: Dr. Manoel de Cerqueira Daltro Filho
  • Tesoureiro: Dr. Flávio Ferreira da Luz
  • Bibliotecário: Dr. Hugo Gutierrez Simas

O Prof. Hugo Simas foi designado bibliotecário como um cargo honorífico, já que nesta época não existia o curso de Biblioteconomia. No relatório de 1913, escrito pelo Dr. Nilo Cairo da Silva, nas páginas n. 41 e n. 42 consta: 

“em vista de estar ainda em organisação e de não se achar ainda impresso o seu catálogo, que, aliás, já está pronto em manuscripto, foi a biblioteca pouco frequentada no correr do anno, e tão irregularmente, pelo acanhado do espaço em que está installada,que não foi possível organisar um serviço de estatistica de consultantes. Todavia posso dar testemunho de que diariamente consultaram livros da bibliotheca tanto lentes como alumnos. Tem ocupado o cargo de bibliothecario o operoso colega de directoria Sr. Hugo Simas, que, efficazmente auxiliado pelo director da secretaria (que era o próprio Dr. Nilo Cairo), organisou o inventario geral dos livros e o respectivo catalogo, que breve entrará para o prélo. … Uma vez installada a Universidade no seu predio em construcção à Praça Santos Andrade, é pensamento da directoria collocar a bibliotheca em um espaçoso salão, onde então será possível tornar mais regular o movimento de consultas e leitura. Por isso mesmo, sou de opinião que se deve crear o lugar de Sub-bibliothecario, funccionario encarregado de ficar permanentemente à frente da bibliotheca, servindo os frequentadores della, e substituir o bibliothecario em seus impedimentos temporarios. Até agora, esse serviço, por ser pequeno, tem sido, sem remuneração alguma, accumulado pelo Sr. director da Secretaria.” 

E, logo no ano seguinte, em 1914, o Dr. Nilo Cairo da Silva, escreveu no relatório, na página n. 51:

“faço votos, para que futuramente em uma reforma dos Estatutos, em virtude do grande accumulo de trabalhos que dão, passem os cargos de secretario, thesoureiro e bibliothecario a serem de nomeação do Conselho Superior, supprimindo-se o de subsecretario. Com os serviços que esses logares teem actualmente, devem constituir verdadeiros empregos e não cargos honoríficos.” 

O Dr. Hugo Simas, que era formado em Direito e em Farmácia, mais tarde, em 11 de junho de 1932, foi nomeado Procurador-Geral, substituindo Isaías Beviláqua na chefia do Ministério Público do Paraná.

Pelo conteúdo do acervo, para atender então aos cursos de Ciências Jurídicas, Engenharia, Odontologia, Farmácia e Comércio em 1913, pode-se dizer que as bibliotecas que os representam hoje, são: a Biblioteca de Ciências Jurídicas, a Biblioteca de Ciências da Saúde – Botânico, a Biblioteca de Ciência e Tecnologia e a Biblioteca de Ciências Sociais Aplicadas, que completaram 100 anos em março de 2013. E, logo depois se deu início ao curso de Medicina, ao qual a Biblioteca de Ciências da Saúde – Sede corresponde e está sendo comemorada hoje, neste evento.

ACERVO DA “BIBLIOTHECA DA UNIVERSIDADE”

O acervo da “Bibliotheca da Universidade” em 1913 era de 972 títulos e 1274 exemplares. Este primeiro acervo foi formado por doações dos Srs. lentes, como eram chamados os leitores e professores de Universidades, e por compra feita nas livrarias de Curitiba e do RJ. Os maiores doadores de livros em 1913 foram: 

  • Francisco Alves & Cia., do RJ: 130 obras.
  • Dr. Nilo Cairo da Silva: 123 obras.
  • Dr. Joao Evangelista Espíndola: 59 obras.
  • Sr. Henrique Itibere da Cunha: 40 obras. 

Em 1914 o acervo passou para 1617 títulos e 2019 exemplares. Este crescimento também se deu, principalmente, por doações sendo que as maiores doações foram feitas pelo Prof. Dr. Victor Ferreira do Amaral, de 134 obras, e pelo Prof. Dr. Nilo Cairo da Silva, de 117 obras. Outras 28 pessoas também doaram livros e, em 1913, alguns também foram comprados nas livrarias de Curitiba e do RJ. Este acervo da biblioteca era composto, em sua maioria, por obras em português, francês e inglês, embora também houvessem obras em italiano, alemão e latim. 

Desde o início da biblioteca o acesso ao acervo era aberto, e em 1914, foram registradas 647 consultas. O acervo era bem atualizado, contendo várias obras de 1911, 1912 e 1913.

NOVOS CURSOS E NOVAS BIBLIOTECAS

Em 1º de fevereiro de 1915 o Conselho Superior da Universidade, organizou o corpo docente do Curso de Agronomia, já instituído estatutariamente para que entrasse em funcionamento.

Em 1924 iniciou o curso de Química Industrial, que foi a origem da Engenharia Química. E em 1931, o curso de Medicina Veterinária.

Em 26 de fevereiro de 1938  foi criada e organizada a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras em três Departamentos: Filosofia, Ciências e Letras e um Instituto Superior de Educação. Instituindo os seguintes cursos: Filosofia, Ciências Químicas, Geografia e História, Ciências Sociais e Políticas, e o curso superior de Educação.  

Em 1939  começou o curso de Educação Física; em 1945 o curso de Ciências Econômicas; e em 1946, os cursos de bacharelados em Matemática, em História natural (que foi a origem do curso de Biologia) e em Física, e o curso de Didática que habilitava à licenciatura. 

Assim, para atender a estes cursos deu-se início às coleções das bibliotecas de Ciências Agrárias, Ciências Humanas e Educação, e Ciências Biológicas

Em 1952 foi criado o curso de biblioteconomia, patrocinado pelo Instituto Nacional do Livro e pela Universidade Federal do Paraná. E, em 1954, este curso passou ao patrocínio exclusivo da Universidade Federal do Paraná.

O INÍCIO DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UFPR

A Biblioteca Central da Universidade Federal do Paraná e o Centro de Bibliografia e Documentação, Órgão Suplementar Subordinado diretamente a Reitoria, foi criada pelo Decreto n. 64.486, de 09 de maio de 1969 e instalada em 21 de setembro do corrente ano.

Neste mesmo ano, 1969, foi criado então o embrião do Sistema de Bibliotecas da UFPR, com o intuito de uniformizar os procedimentos e funcionando com a Biblioteca Central e as 08 Bibliotecas Setoriais existentes que eram:  Ciências Agrárias; Ciências Biológicas; Ciências Humanas, Letras e Artes; Educação; Ciências da Saúde; Ciências Exatas; Tecnologia e Ciências Sociais Aplicadas – sendo que as bibliotecas de Humanas e Educação já funcionavam reunidas , como também as bibliotecas de Exatas e Tecnologia.

O acervo total destas Bibliotecas em 1969, era de 151.679 livros e 1.443 assinaturas de periódicos. Neste ano foram feitas 228.900 consultas com uma média de 32.700 consultas por biblioteca, e foram adquiridos 3.037 livros e 107 novas assinaturas.

DADOS DO SIBI/UFPR EM 2013

Atualmente (2013), o SiBi/UFPR conta com um total de 15 bibliotecas, sendo que em fevereiro de 2014 entrará em atividade a 16ª biblioteca, no Campus de Jandaia do Sul, em agosto de 2014 será inaugurada a 17ª biblioteca que será a do Campus Rebouças, e ainda está prevista uma Biblioteca para o Campus Cabral, e novas bibliotecas para atender ao projeto de expansão da UFPR que foi proposto ao MEC, em 27 de novembro de 2013.

O acervo em papel das bibliotecas do SiBi/UFPR totaliza hoje 565.672 exemplares de livros e monografias e 14.493 títulos de periódicos. No ano de 2013, até o mês de setembro, foram feitas 165.508 consultas com uma média de 11.822 consultas por biblioteca.

O acervo digital total do SiBi/UFPR, até setembro de 2013, foi de 11.918 e-books, 10.924 Teses e Dissertações, 802 Monografias de Especialização, e 55 títulos de Periódicos produzidos pela UFPR, com um total de 11.462 artigos. Além do acesso à mais de 31 mil títulos de periódicos do portal CAPES.

Foram adquiridos, até setembro de 2013, por meio de compra e doação 16.766 exemplares de livros e multimeios, e 2.289 assinaturas de títulos de periódicos.

Ainda hoje o SiBi/UFPR guarda em seu acervo algumas obras das primeiras bibliografias básicas dos primeiros cursos da UFPR, que sobreviveram ao uso e ao tempo, e dentre as quais podemos citar os livros: 

Autor: Barreto, Fausto Carlos
Título: Anthologia nacional ou collecçao de excerptos dos principaes escriptores da lingua portugueza do 19 ao 16 século. / 6. ed. ; Ano: 1913
Assunto: Literatura Brasileira - Antologia
Autor: Langlebert, J 
Título: Cours de chimié, généralités, metaloides, metaus, chimie… ; Ano: 1912
Assunto: Química 
Autor: Langlebert, Joseph 
Título: Physica ; Ano: 1902
Assunto: Física
apresentação: Direção do SiBi/UFPR (2013) - Ligia Eliana Setenareski

acesse o Histórico de Direções do SiBi


SiBi/UFPR nas Plataformas Digitais

Universidade Federal do Paraná
Sistema de Bibliotecas (SiBi)
Rua General Carneiro, 370/380, Centro
CEP: 80.060-150 - Curitiba (PR), Brasil
E-mail: saubc@ufpr.br

SiBi/UFPR no Facebook SiBi/UFPR no Instagram SiBi/UFPR no Instagram
Universidade Federal do Paraná
Sistema de Bibliotecas (SiBi) da UFPR
Rua General Carneiro, 370/380

E-mail: saubc@ufpr.br
CEP: 80.060-150 - Curitiba (PR), Brasil

Logomarca da UFPR